Itália cria imposto sobre o Cigarro Electrónico

Foi aprovado pelo senado Italiano um novo imposto que irá passar a taxar o Cigarro Electrónico e consumíveis em 58,8%,o equivalente ao tabaco tradicional, a partir de Janeiro de 2014.

Foi também estendida a proibição da publicidade das marcas de tabaco para as marcas de Cigarro Electrónico, o que impossibilitará a promoção do Cigarro Electrónico até mesmo nos próprios estabelecimentos, à semelhança do tabaco tradicional.

Com estas medidas, o Cigarro Electrónico em Itália passará a ser regulamentado como o tabaco tradicional e por isso elas estão a ser largamente contestadas pois iguala o cigarro tradicional a “um produto que faz menos mal” diz Massimiliano Mancin presidente da ANAFE(Associação que representa os Fabricantes e Comerciantes de Cigarros Electrónicos em Itália). “Tratar os dois produtos que não têm nada em comum da mesma forma é absurdo”.

Fonte: http://www.lindipendenza.com/sigaretta-elettronica-tassa-lavoro/


Seja o primeiro a comentar.

Deixe um comentário